Abrangência do Senalba Ponta Grossa: Intermunicipal; Base Territorial: *Paraná*: António Olinto, Arapoti, Carambeí, Castro, Cruz Machado, Curiúva, Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbaú, Imbituva, Ipiranga, Irati, Ivaí, Jaguariaíva, Mallet, Palmeira, Paula Freitas, Paulo Frontin, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Porto Amazonas, Prudentópolis, Rebouças, Reserva, Rio Azul, São João do Triunfo, São Mateus do Sul, Sengés, Teixeira Soares, Telêmaco Borba, Tibagi, União da Vitória e Ventania.


Atenção

Informamos que a partir de 01/01/2018 as homologaçðes serão cobradas.

O valor será de R$ 50,00 reais pago pela empresa por empregado desligado em qualquer modalidade.

Notícias

INSTITUÍDO OFICIALMENTE O e-SOCIAL - EMPRESAS DEVEM ADOTAR MEDIDAS DE IMPLANTAÇÃO Posted on 17 Dec 2014 by Fabiana
Na última sexta feira 12/12/2014 foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto nº 8373/2014, instituindo o e-Social - Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas. É importante esclarecer que o e-Social não se trata de um software, mas sim de uma ferramenta de captação de informações, cuja gestão será de competência (de forma compartilhada) dos seguintes órgãos e entidades (partícipes): Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB); Ministério do Trabalho e Emprego (MTE); Ministério da Previdência Social (MPS); Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), representado pela Caixa Econômica Federal (CEF), na qualidade de agente operador do FGTS; A principal finalidade do e-Social é criar um banco de dados único, sistematizando o gerenciamento e fiscalização das informações, e possibilitando o compartilhamento em tempo real destas informações entre os diversos órgãos administrativos que ficarão armazenadas no repositório nacional. Na realidade, num futuro próximo, em data ainda a ser definida pelos atuais Órgãos gestores, várias obrigações hoje existentes, tais como GFIP/SEFIP, CAGED, RAIS, DIRF, MANAD, serão substituídas pelo e-Social que centralizará todas essas informações hoje transmitidas separadamente, o que acabará por se tornar um benefício também para as empresas, que em um arquivo único (e-Social) transmitirá todas as informações mensais obrigatórias. A principal intenção do Governo com o e-Social é unificar estes dados (centralizar as informações) de forma que os respectivos órgãos possam utilizá-los para fins de controles instantâneos (e de forma eletrônica) quanto ao cumprimento das obrigações trabalhistas, dos recolhimentos previdenciários, fiscais e de apuração de tributos e do FGTS. Ainda, importante ressaltar que as obrigações anuais como a RAIS e a DIRF também estarão absorvidas pelas informações contidas no e-Social. Tais obrigações (mensais) serão gradativamente sendo extintas pelos atuais órgãos gestores, os quais são partícipes do atual projeto do e-Social. Ainda que haja certo prazo para que as empresas comecem a cumprir as exigências do e-Social é imprescindível que os testes sejam feitos imediatamente, de modo a se familiarizar e facilitar o trabalho, pois esta nova obrigação trará uma profunda mudança nos processos de geração de informações fiscais e sociais, e será um processo sem volta. Estatisticamente 70% das empresas ainda não possuem nenhum projeto para implantação do e-Social, situação que gera preocupação por parte dos especialistas, tendo em vista o volume e a complexidade de informações que deverão ser enviadas instantaneamente. Uma das principais mudanças na atual forma de operacionalização serão os processos admissionais. Nenhum empregado poderá iniciar o trabalho sem que já esteja devidamente cadastrado no e-Social. Hoje o que vemos é que o empregado inicia suas atividades, vindo a ser registrado posteriormente (dias, semanas, após a sua admissão), o que não mais será possível acontecer. Durante o vínculo laboral várias informações como licenças, afastamentos, estabilidades, alterações cadastrais, de funções, salários, dentre outras, deverão ser também informadas ao e-Social em tempo real. Diversas serão as áreas da empresa que estarão envolvidas na nova metodologia, as quais serão responsáveis por inserir informações que alimentarão o arquivo a ser enviado ao e-social. As principais áreas são Recursos Humanos, Depto. Pessoal, Recrutamento e Seleção, Cargos e Salários, Terceirização, Saúde e Segurança do Trabalho, Medicina do Trabalho, Benefícios, tecnologia da informação, fiscal, contábil, logística, financeira e também o setor jurídico. Todos deverão estar em plena sintonia e interatividade, exigindo que todos os gestores, supervisores e colaboradores de maneira geral, estejam conscientizados sobre a importância destas informações a serem prestadas quase que on line. Já está disponível no site do e-Social o Módulo de Qualificação Cadastral Prévia, que permitirá às empresas aferirem tais informações a partir do fornecimento do CPF e PIS desses empregados. As informações de TODOS os empregados serão cruzadas nos Órgãos partícipes e qualquer inconsistência não permitirá a validação daquela admissão até que o empregado vá até o Órgão competente e regularize seus dados cadastrais. Assim, é importante que as empresas iniciem imediatamente o processo de implementação do e-Social, a fim de que possam realizar todos os cadastros e rotinas necessárias para que se tenha uma estrutura pronta em termos de pessoas, sistema de folha de pagamento e precisão de dados, antecipando-se para quando da obrigatoriedade da prestação das informações. Por Clóvis Alberto Leal Soika. Fonte: http://www.guiatrabalhista.com.br
  0 Comentários
 
Name: Remember me
E-mail: (optional)
Smile:smile wink wassat tongue laughing sad angry crying 
Captcha
CAPTCHA, click to refresh
Powered by CuteNews

Contate-nos

Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais Recreativas de Assistência Social de Orientação e Formação Profissional de Ponta Grossa
Rua Professor Bruening, 120
Ponta Grossa, PR 84020-160
F:(42) 3222-7468 / FAX: (42) 3223-7207
E: senalba@senalbapg.com.br

Fale Conosco »



UniCesumar

1ª mensalidade: 10% (Pontualidade) +20% (Comercial)! A partir da 2ª mensalidade entra o desconto pelo convênio firmado: 10% (Pontualidade) +10% (Convênio)


Sede Centro

Estamos localizados na Rua Professor Bruening, 120 em Ponta Grossa - PR.
Agende seu Exame Demissional e Admissional pelo Telefone: (42) 3222-7468, Exames todas Terças / Quartas e Quintas-feiras À  partir das 15h30.